HOME PAGE PISO TREISC BRASIL
Consultorias e Assessorias Técnicas
Perito Judicial Esp. MSc. Eng. Mecânico
Mecânica Fina/Clínica "FEINWERKTECNIK"
Paulo Luporini Pastore

Consultor e Assistente Técnico
Construções Mecatrônicas
Orientador Empreendedor

Página em estelização/folder
Formato Celular


Você nunca encontrará tempo para nada. Se você quer tempo, deve criá-lo. Charles Robert Buxton

Quem sobrevive não é nem o mais forte, nem o mais inteligente. É o mais propenso a mudanças. Charles Darwin

Quem sou?

Grisalho desde 1976

Pesquisador desde 1983 em Tecnologias de Pontas vide EESC/USP to ITAUTEC e projetos em pranchetas no Departamento do Grupo de Mecanismos:

"Case 1" - Fevereiro de 1984 na Itautec o Eng. Miguel Angel Perez questionou: o cone de acoplamento freiava a rotação do diskete 5"1/4", assim foi o 1o projeto na Itautec, que construí um sistema rotacional.

"Case 2" - Em 1985 fui convidado a projetar o acoplamento dos cones no driver 5"1/4" (Mylar/cones).

"Case 3" - Emprestado para o Departamento de Desenho Industrial do Grupo Itautec, para a equipe da Design Gráfica Sra. Elisabete Proença, para desenhar o design do PC-AT Itautec (Hardware).

Pelas minhas rápidas soluções nos "Cases" obtive destaque neste departamento tanto, que ela desejou, me nomear seu design hardware e integrar sua equipe de seis design gráficos do Grupo Itautec, mas meu Boss Eng. Eduardo Martinez Cunninghan (in memorium) não aceitou, e assim promovi os dois departamentos, resultados de minha audácia em projetar mecanismos originado na Especialização em Mecânica Fina EESC/USP.

Resultado do acoplamento do diskete 5"1/4" terminei e coincidentemente importaram um driver 5"1/4", que me pareceu que me copiaram (!), por ser idêntico ao que eu tinha acabado de projetar! Provo todos meus projetos na Itautec com os desenhos guardados as 7 chaves, até hoje, e testemunhos de que aonde eu vou transformo ideias em realidades.

O folder agora em 2020 teve este propósito apresentar a quem não conhece alguém que faz com amor seu trabalho e assim todos meus projetos nestas quase 200 páginas no meu portal "Piso Treisc" são verídicos (provo com projetos guardados a sete chaves, e testemunhos), de acordo e em atendimento as normas internacionais, que tenho em meus projetos intuitivamente os padrões europeus.

Com toda minha devoção em vestir as camisas de meus contratantes, eis que tudo isto ganhei júbilos e notoriedade no Grupo Itaú (Conglomerado de 76 empresas), e passei a ser não mais "Polivalente", para "Polivalente Multidisciplinar"!.

Folder em fase de edição! Para viabilizar foi tomada a solução de migrar textos, para este link "Polivalente" - Vide Tópico 5.

Tópico 1 - Histórico: Na infância desmontava brinquedos, para ver como era, e isto veio com o passar dos anos estudar, para um dia ser um construtor com criatividade, ou seja, hoje um folder é o espelho da alma, de quem batalhou. Apresento que fiquei 26 anos dentro de escolas, faculdades e universidades, e de que tenho orientado estudantes de engenharia, que me procuram via redes sociais, que anseiam abraçar o mundo! Ontem 17/07/2020 orientei um recem engenheiro mecânico, que perguntou: Como ser prestador autônomo? Foi via e-mail, não via redes sociais - o hábito pode não fazer o monge, se não trabalhar com ética. Boa sorte à todos nós. E quem desejar orientação free, escreva: pluporinip@gmail.com - Seja Bem Vindo ao Mundo de Construções Mecatrônicas sempre com sucesso.

Trabalhar em uma só empresa!

Conceito do Polivalente

Tópico 2 - As más línguas diziam que ficar saindo e entrando em empresas, era sinal de que não seria um bom profissional! Deveria ficar numa empresa a vida toda (Conceito até 1975 Curso Vestibular CAASO). Novo conceito - Um hiperativo que cursou dois colégios: cientifico (matutino de 1971 a 1972, e noturno 1973 a 1974) e técnico (matutino 1973 a 1975), mais dois anos de cursinho CAASO - 1975/76, e estágio do técnico na EESC/USP como desenhista projetista de motores à combustão, em 1975 não poderia aceitar este conceito obsoleto, e isto foi comprovado ao longo de carreira, em que não desejaria ficar muito tempo dentro de uma empresa (bitolado). Prova de amigos, que sairam da Especialização em Mecânica Fina, adoeceram e suicídio (Concursos Públicos).



Como deve ser o crescimento do estudante? Tudo fácil, ou com sacrifícios, e sem ajuda da família!!! (crédito educativo, 1978 a julho de 1982)

Tópico 3 - Por que curso técnico? Em 1972 jubilado no segundo ano do colégio científico (matutino), devido que sempre fazia trabalhos escolares em casa, com equipes de colegas de classe, mas, um colega confiei e foi levar para professora um trabalho, e disse a ela ter sido o autor, e eu cupincha. Minha mãe falou: - procura no colégio técnico algum curso! Não tinha vagas de eletrônica, assim me vi no de mecânica. Anos se passaram, e em 1983 fui acunhado por professores da USP de polivalente. Posso dizer que ganhei notoriedade em exatas, humanas e biológicas - vide meus trabalhos neste meu site, de que provo que fiz tudo com amor e dedicação, nada me veio de graça, comi muito capim, por assim dizer. Fui beneficiado graças ao meu algoz daquela época, quem vive de herança de familia, e sempre o vejo um "pateta".

Há males, que vem para bem!

Nunca faça algo para o próximo, que não seja algo de bom para voce. E, vale o velho ditado: - aqui se faz, aqui se pagam de outras formas!

Tópico 4 - Por que Mecânica Fina? Me formei em engenharia mecânica em julho de 1982, assim entrei na Laredo Comércio de Máquinas Agrícolas de Bauru, para vendas no Estado de Santa Catarina, mas, não era o melhor emprego, e devido a crise no setor fui dispensado, em setembro de 1982, quando soube de que na Escola de Engenharia de São Carlos um professor oferecia emprego para cursar uma especialização. Corri para lá, e soube que a turma que tinha sido formada em agosto de 1982 debandaram em achar que não seria um curso tão quanto bom! Mas, eu acreditei no professor que ofertava a pós graduação no Departamento de Elétrica, e me embrenhei nesta jornada.

Engenharia Clínica "Mecânica Fina"

Em atendimento ao contrato celetista, de inicio desta pós graduação em inicio de 1983 fui traçando uma meta: o que projetar, que era o objetivo da contratação? Pesquisei periféricos de computador, e na Física da USP encontrei uma impressora do tamanho de um maço de cigarro da Rádio Timex Sinclair, com uma agulha ela queimava o papel aluminizado. Isto me encantou, como fazer uma réplica, se no Brasil não tínhamos tecnologia para tanto! Assim, bolei uma que fosse suficiente e assim construí com dinheiro do bolso, usinando peças na oficina da USP e na Ufscar pesquisei de como fazer a cabeça de impressão, no caso não tinha tecnologia para um fio metálico, e sim para 7 fios metálicos, pronto bolei a minha impressora térmica. Este projeto me colocou dentro da Itautec, e me chamavam na USP de "Polivalente", fui contratado em primeiro lugar, e os alunos da USP não, com isto os professores não entenderam por que um aluno de uma faculdade de engenharia de Bauru, teria sido melhor! Me dei bem melhor que engenheiros da USP, da Poli, do Ita, da Unicamp, que não fizeram nada, por acreditarem que o nome da escola os colocariam na frente de qualquer um de outra escola, e na foto abaixo o mais alto eu, quem veio de colégio técnico industrial, aonde aprendi muito mais, que eles que entraram direto no curso superior, e assim é a escola da vida. Copiei o modelo americano quando se entra num colégio técnico já ingressa depois no curso superior direto, no Brasil tem que fazer curso vestibular por que nossa educação é a de péssima qualidade.

12 recém formados, ai sai "Especialista em Mecânica Fina" a minha impressora está comigo até hoje, ficou na Usp até 1994 quando jogaram no lixo, tive a sorte de pegar antes de ir para sucateamento!

Nesta empresa ficava projetando periféricos, assim fui acunhado de polivalente2. Em 1986 crise, fomos dispensados. Neste interem obtive contratação na Kulzer no cargo de gerente, depois a Itautec me chamou de volta, falei voltaria gerente, recusaram.

Clique na imagem abaixo


1o Motivo de sair desta empresa!

Vendo que nesta empresa não houve agradecimento, e em final de 1988 fiz prova diagnóstico na Usp para mestrado, fiquei em 5o lugar, e em 1989 entrei no lugar do 4o lugar, que virou músico. Zarpei para São Carlos.

Tópico 5 - Demais empresas do folder (em atualizações):

Clicar na imagem link 1 - 1989/95



Link 2 - CNPq, e

Link 3 - CNPq

Professor Fatec de Jaú - 1994
Clicar na imagem abaixo


CTI Paulino Botelho, São Carlos, SP
Professor em Mecânica x Motor Volks

Da esquerda: Adalberto, Prof. Paulo, Prof. Vanderley e Gerente Doublas. Motor N. 1.115 no saguão do CTI.


Marketing Presencial Projeto James "Super Bond" - Pasta de Madeira 1,0x0,5x0,20m com 50 divisões (50 cartões de visita de lojas do varejo).
Campanha Postos Combustiveis 20 lts cartão de 20%.


Incoplás - Metalma, São Carlos, SP
1998 - Crise, novato dispensado.

Clicar na imagem abaixo

Bobina Projeto Temporário.

Clicar na imagem abaixo

2001 - Professor de Robótica EFEI
Concursado Temporário
Criador da Equipe Scorpion

Clicar na imagem abaixo


Projeto de Microprecisão Espelhos
2003/2004 - LNA - Migrei Concurso Unesp 2005.

Clicar na foto

Doutorado Robótica - Trancado!

Clicar na imagem abaixo

2005 - Professor de Robótica CTIG
Unesp Guará Concurso Temporário

Universidade São Judas Tadeu, Moóca, São Paulo, SP
Professor em Mecânica Fina
Saída - Extinção da Pós.


04/2006 - Retorno Corretor de Imóveis Credenciado CRECI.

Nacional Gás Butano 07 a 11/2007
Eng. Mecânico em Inst. de GLP.

Clicar na imagem abaixo

09/2007 - Autor do Design e Projeto da Plataforma Elevadissa PNE
Unicep Bloco B1, São Carlos, SP.

Centro de Eng. Automotiva 2008
Ceatran - Migração INPE.

Clicar na imagem abaixo


2009 - INPE - Admitido 08/2010 em Usina Hidrelétrica.

Construtora Gafisa 2009
Autor 1o Projeto BR malha/aço.


Tecno Weld - Me demiti.

Centro de Eng. Automotiva 11/2010
Ceatran - Retorno.

Expert Projetista em Torres Telecom
Clicar na imagem abaixo

08/2011 - Até o momento.

AeroSchool Escola de Aviação, São Carlos, SP 11/2011, Instrutor de Manutenção.
Me demiti devido a pós operatório.

Cancelamento da Credencial CRECI 11/2011.


Rede Network 2011.

Grupo Orman 04/2012, até o momento.


04/2012 - Migrei Advel em 01/2014.

Grupo Miller 08/2014, até o momento.

Engenheiro Mecânico Advel Tecno/Power CREA MG e SP

01/2014 a 12/2018.

2020 - Desde 2011


Assistente Polivalente Empresarial
Prestador de Serviços Autônomo s/MEI!
Cel. 16 99792.7080 WhatsApp Paulo
CREA SP 0601111555 - pluporinip@gmail.com




TREISC(Name of home page).
All rights reserved, 2007.
Desktop HP Update - 27/07/2020
Creation/Editing 14/07/2020

contador grátis